Depois da experiência no Serenity da Douro Azul, eu e a minha mulher, ficámos fascinados pelo encanto e pelo glamour, que se tem nos cruzeiros Douro Azul.

Após termos regressado a casa, apercebi-me que o Dr. Mário Ferreira estava prestes a inaugurar em Gaia, junto ao Museu da Real Companhia Velha, uma unidade hoteleira, The Lodge Wine & Buiseness Hotel.

Li muito sobre este senhor, e ganhei uma enorme curiosidade em acompanhar a evolução deste seu novo projecto.

Quando decidimos ir fazer a nossa “tour”, na altura dos meu 48º Aniversário, colocámos logo uma paragem em Gaia no regresso, tendo em conta que já tínhamos a “tour” toda marcada com reservas.

Passados alguns dias, antes de começarmos a “tour”, fui informado pela respectiva unidade que já se podiam fazer reservas.

Fiz logo a reserva e . . . no dia em que chegámos ao The Lodge Wine & Buiseness Hotel, tínhamos a a Ana (com quem tratei de tudo para o cruzeiro no Serenity).

A recepção foi de Reis e Rainhas, um conto de fadas em tempo real…sem palavras, sendo informados, por toda a equipe, incluido o Director…que fomos os primeiros a marcar estadia, ou seja, cliente nº1.

Decidimos com o devido acompanhamento e informação, que jantávamos no Restaurante do hotel, D. Maria.

Mais uma vez, tratados como Reis e Rainhas, com o melhor acompanhamento nas escolhas gastronómicas e vinícolas.

Para minha felicidade, o barmen do Serenity, o Nuno estava agora aqui no bar, foi muito bom pelo bom tempo que se passou no Serenity. Mais uma vez, deixei a “tarefa” de escolha de digestivo à responsabilidade do Nuno.

As alcatifas, tem por incrível que pareça um toque de Ansião, uma parte das minhas origens (pela participação da minha prima Filipa Medeiros), como os barcos da Douro Azul.

Este hotel com a assinatura da Arquiteta Nini Andrade e Silva, versa pela cultura vínica, por isso as alcatifas, serem uma reprodução desse ambiente selvagem, não esquecendo os tectos…mas o bago da uva, o motivo maior, a criar a zona de lavar as mãos.